O que você achou da capa do livro "Memórias de um adolescente"

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Um dia comum


Um dia comum.

Um ponto de ônibus.

Uma bala perdida.

Um homem no chão.

Uma família a chorar.

Um povo a comentar.

Um povo a esquecer.

Outro dia comum:

O mesmo.



Contra a banalização da VIDA

10 comentários:

Ana Fernandes disse...

gente mata, gente morre, gente está aqui.... é a vida.
As vezes parece louca.

Cackau Loureiro disse...

que coisa....

vida é uma loucura!

Hélder, o míope disse...

Tá ficando comum, mas não pode.
A vida vale muito.

-
how meu caro!
brigadão pelos selos!!

valeeeeu
x)

abç

alex e! disse...

...com certeza. Temos sempre de lutar contra essa constante banalização de tudo (inclusive mesmo da própria vida né...)...

Amanda Bia disse...

e é sempre toda essa tristeza! será que isso um dia acaba?!
beijos!

ImaGINE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ImaGINE disse...

hmmm...
culpa nossa
como muda??

teríamos que nos modificar essencialmente.

não acredito na mudança.

beejo

mADAME F. disse...

http://www.faraway.blogger.com.br/

Infelizmente a coisa toda é assim.

Trágica e fria.

Aninha disse...

infelizmente isso está cd vez mais comum no mundo td
T_T
Besos
*.*

Bárbara disse...

A vida é uma dadiva de Deus e naum pode ser tratado como um manchete de jornal, onde só é valida hj e amanhan vai p lixo!
Temos que dar valor a vida, naum só a nossa e sim d tds, pois ninguem sabe o dia d amanhan!
Amei o texto amor, mt lindo!

Te amo muito!


Bjuzz...