O que você achou da capa do livro "Memórias de um adolescente"

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

A ultima vez


Texto adaptado e inspirado em um trecho do filme "The ultimate gift - O presente final" cuja temática relaciona-se com a caridade, a bondade e as amizades verdadeiras.


Era natal. Eu fiz tudo que aquela garotinha pediu, mas ela não queria muitas coisas. Só o que desejava era um natal como jamais tivera.
Sentada sobre a neve feita de algodão e olhando as estrelas: aquela garota parecia pensativa. Se ela estava triste ou feliz, eu não saberia dizer.
- No que você está pensando? - Perguntei sentando a seu lado.
- Na morte - respondeu a menina calmamente.
- Você não acha que é muito jovem para pensar nisso?
A garotinha suspirou ainda fitando as estrelas.
- Eu sou jovem demais pra isso. Não parece muito justo, não é?
Encarei o rosto pálido da menina ao meu lado e inocentemente perguntei:
- Como... como você acha que é... lá?
Suas bochechas se contraíram, mas ela não pode reprimir o sorriso. O mesmo sorriso que fez com que eu me apaixonasse 3 meses atrás.
- Acho que deve ser legal. E eu vou poder ver o papai de novo... - Falou.
Permaneci calado vendo a tristeza tomar conta daquele corpo pequeno.
- Eu não tenho medo da morte sabe, nem me incomodo em ser careca - Disse ela limpando os olhos - É só que... se eu morrer... a mamãe... ficará sozinha. Sou tudo que ela tem.
A doce garota se jogou em meus braços, encharcando meu ombro com suas lagrimas.
- Obrigado por esse natal maravilhoso. Foi muito importante pra mim.
Meus braços apertaram a garotinha, enquanto eu tentava por tudo não perder o ultimo grão de felicidade que aquela data me trouxera.
- Não importa o que aconteça... - Falei em seu ouvido - Sempre me lembrarei de você.
Era natal. Ela fez tudo o que eu pedi, mas eu não queria muitas coisas. Só o que desejava era que ela não me deixasse... mas ela me deixou...
Aquele, foi nosso ultimo natal.
Aquele, foi meu ultimo desejo.
Aquele... foi seu ultimo dia,
foi sua ultima vez.



Esse texto é uma homenagem a TODAS as crianças com câncer, que merecem nosso carinho, amor e admiração por enfrentarem o problema com tanta força e coragem.

8 comentários:

friskin disse...

aii que lindo !! :/
nunca falei com criancinhas comcâncer, mas talvez seja provavel que elas tenham uma visão mais madura da morte e até da vida que muitos adultos por ai.. =)

beijão!

Anna disse...

o dia em que papai noel trouxe a morte dentro o saco :x

lindo o texto x)
;*

Claudia disse...

muito bom!
vc qndo quer , vc escreve coisas lindas!
o melhor do texto,alem da maturidade da criança diante do fato de estar doente ou ateh mesmo morrer eh ela pensar na mae e no pai antes do seu sofrimento.
eh o q muitas pessoas morrem sem conseguir fazer!

massa! beijaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaao!
saudads*

Cackau Loureiro disse...

é gostoso estar com crianças, quando estou no meu estágio, me divirto com elas, e seu texto está expressante...

lindo!

Barbara disse...

Nossa amor!
Eh tão lindo e ao msm tempo tão triste!
Só d pensar naquela minina ja da uma dor no peito, e não só nela em tds essas crianças doentes!
são tão pequenininhas p passarem por td isso!
mais elas demonstram ter uma força maior q a nossa p viverem, isso eh uma lição d vida p tds!


bjuzzzz
te amo

Amanda_Bia disse...

ai que lindo!!! chorante!!!
muito sensivel esse texto!
beijos!

Hélder, o míope disse...

linda homenagem cara.
parabéns.

Bernardo Lima disse...

o cancer é mó barra msm...
força a eles...
e bela homenagem a sua...
abraço